Seu portal de informações sobre o sistema eleitoral brasileiro
Notícias
Pesquisadores eleitorais ou cartomantes

Pesquisadores eleitorais ou cartomantes

[12/10/2014]

Diante dos dados polêmicos que as pesquisas eleitorais apresentaram no 1º Turno das eleições deste ano, com previsões equivocadas sobre o resultado das votações, decidimos pesquisar um pouco mais sobre estas contratações.


O site do TSE traz todas as informações sobre as pesquisas que foram registradas e que, portanto, poderiam ser divulgadas pelos candidatos, coligações e veículos de comunicação.


Encontramos 1.728 pesquisas registradas entre os dias 06.07.2014 e 05.10.2014 (período de campanha do 1º turno). O Ibope realizou 262 pesquisas e o DataFolha 71 durante este período em todo o Brasil.


De acordo com os dados levantados por Lauro Jardim, os levantamentos estaduais e presidenciais dos dois institutos de pesquisa movimentaram, até o dia da votação, R$ 24.600.000,00 somente em pesquisas registradas – ou seja, aquelas que eram divulgadas ao público por partidos ou veículos de comunicação.


Ficaram fora deste cálculo as pesquisas internas, normalmente contratadas pelos próprios candidatos para avaliar pontualmente seu desempenho ao longo da disputa. Estas não são divulgadas à população e, portanto, não precisam ser registradas perante a Justiça Eleitoral.


O valor individual de cada uma das pesquisas para Presidente da República é de aproximadamente R$ 266.200,00 no Data Folha (pesquisa protocolo n BR-01068/2014) e de R$ 255.850,00 no Ibope (Pesquisa protocolo n BR-01071/2014).


Resta agora entender porque, mesmo com estas somas milionárias os institutos continuam errando em suas previsões. Estamos, de fato, diante de um método científico de avaliação dos resultados das votações ou passamos para o campo da adivinhação? Estão sendo contratados pesquisares ou cartomantes para fazer a coleta de dados?


Os dados de todas as pesquisas eleitorais registradas no país podem ser acessados AQUI


Indique a um amigo
Mapa do site
 

Copyright © 2019.Eleitoral Brasil. Todos os direitos reservados