Seu portal de informações sobre o sistema eleitoral brasileiro
Notícias
Para ser candidato eu preciso: (Parte VI)

Para ser candidato eu preciso: (Parte VI)

[10/11/2011]

Ser alfabetizado é requisito essencial para se candidatar a um cargo eletivo no Brasil.


Ou seja, é preciso saber ler e escrever. Deve-se compreender um texto ou produzi-lo de modo que fique entendível aos demais.


Quem escreve "de craro para osdevido fil" na intenção de dizer ‘declaro para os devidos fins’, por exemplo, é, sem dúvidas, uma pessoa analfabeta.


Esta situação, inclusive, foi analisada pelo Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina nas eleições de 2008, oportunidade em que se concluiu que a pessoa que escreveu aquele texto ainda não possuía o processo de alfabetização completo, vez que ainda estava sendo alfabetizada.
E, em razão disso, lhe foi negado o pedido de registro de candidatura.


Não se exige que a pessoa reproduza textos ou fale com observância absoluta às normas gramaticas. Porém, não são aceitos aqueles que não conseguem compreender o sentido de um texto, nem aqueles que não se fazem entender de modo escrito.


Uma pessoa que apenas saber 'desenhar' o seu próprio nome, é um analfabeto.


A respeito do assunto, consta do site do Tribunal Superior Eleitoral que:
"É alfabetizado quem sabe ler e escrever razoavelmente. Escrever com sentido e concatenação das idéias, ainda que com embaraços de gramática; ler com compreensão do texto, do seu sentido, ainda que de modo obnubilado e turvo. É analfabeto, ao revés, aquele que não sabe ler nem escrever com um mínimo de sentido ou com total impossibilidade de externar pensamentos."


A prova da alfabetização pode ser feita de diversas maneiras, como, por exemplo, apresentação de certificado de conclusão do primeiro grau, do ensino superior, ou, ainda mediante apresentação de declaração escrita de próprio punho.


Indique a um amigo
Mapa do site
 

Copyright © 2019.Eleitoral Brasil. Todos os direitos reservados